21 de jun de 2017

Nova Iorque proíbe animais selvagens em circos


Hoje os ativistas animalistas de Nova Iorque conseguiram uma vitória nos tribunais da cidade. O
New York City Council, o órgão legislativo da cidade, aprovou um projeto de lei com 43 votos contra seis, que proíbe animais selvagens em circos.  A lei 1233-A é a vitória de uma luta longa que marca o fim de uma era e pode levar à mudanças em outros locais.

19 de jun de 2017

Dylan eternizado em pintura

Dylan, meu filho peludo que adotei em 2005, foi imortalizado em uma pintura feita pela artista plástica Andreia Falqueto, um dos grandes novos talentos da pintura brasileira e uma amiga querida. Eu sou um pai muito orgulhoso 🐶🐕


17 de jun de 2017

Elefante é resgatado depois de mais de 50 anos em correntes

O resgate de Gajraj foi uma das grandes estórias de direitos animais da semana. Depois de mais de 50 anos acorrentado na zona turística de Shri Bhavani Museum e Yamai Devi temple em Aundh, Satara, o elefante foi finalmente liberado de seu sofrimento graças a uma campanha global liderada pela PETA. Ele agora vai ser levado para o Elephant Conservation and Care Centre (ECCC) em Mathura que é um projeto colaborativo entre Wildlife SOS, e o departamento de florestas e vida selvagem de Uttar Pradesh. O elefante vai receber tratamento veterinário antes de se dar início à sua integração com outros elefantes, pondo fim a sua longa solidão. Uma biografia triste causada pela crueldade e insensibilidade humana.




15 de jun de 2017

EU cede ao lobby do laticínio e censura tofu

Vejam como o lobby da exploração de vacas é forte e como a EU é hipócrita: vários setores veganos ficaram proibidos de usar a palavra leite. A matéria abaixo explica melhor.


Num acórdão hoje publicado, o Tribunal de Justiça da União Europeia reforça que o regulamento europeu n.º 1308/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de dezembro de 2013, determina que as denominações "leite", "soro do leite", "nata", "manteiga", "leitelho", "queijo" e "iogurte" estão "reservadas exclusivamente aos produtos lácteos", opondo-se por isso a que "sejam utilizadas para designar, na comercialização ou na publicidade, um produto puramente vegetal, mesmo que essas denominações sejam completadas por menções explicativas ou descritivas que indiquem a origem vegetal do produto em causa".
Na base deste acórdão está uma ação inibitória apresentada pela associação alemã VSW contra a empresa de produção e distribuição de alimentos vegetarianos/veganos TofuTown, que, segundo se lê no documento, "promove e distribui, entre outros, produtos puramente vegetais sob as designações de "Soyatoo manteiga de tofu", "queijo-vegetal", "Veggie-Cheese", "Cream" e outras denominações semelhantes".

13 de jun de 2017

BBC faz artigo hipotetizando um mundo sem consumo de carne

Segundo um artigo recente da BBC, se todo mundo se tornasse vegano:

Haveriam 8 milhões de morte humanas a menos, por questões de saúde;
Emissões vinda da produção de comida diminuiriam 60 por cento;
O reflorestamento de pastagens ajudaria a aliviar a mudança climática.


O artigo também levanta os aspectos 'negativos' como perdas de certas tradições e a questão de povos nomádicos que vivem no deserto e comem carne (mas qual a porcentagem da humanidade eles representam?).

Para ler o artigo todo, siga o link (em inglês).



9 de jun de 2017

Batman vegano!


Uma ativista vegana criou um projetor para lançar nas paredes de cidades americanas um foco de luz no estilo Batman, só que com mensagens veganas. Como em Gotham City...

O projeto é uma iniciativa de Connie Spence e foi inspirado por um projeto similar em Atlanta de um ativista anti-Trump na época da campanha eleitoral americana.

Já foram 50 projeções, trinta das quais atraiu a polícia mas em apenas um caso foi interrompida. Atualmente ela está fazendo uma campanha de crowdfunding para expandir o projeto pelo país.